#TBR da Bia – Janeiro/18

Neste ano eu pretendo ler bem mais do que eu li no ano passado. Decidi não estabelecer uma meta para acabar não me frustrando nem me culpando, afinal tem um bebê em casa.

Então selecionei apenas dois livros para janeiro, mas claro, caso eu consiga mais tempo novos livros serão inseridos e vocês ficarão sabendo através das redes sociais ( se você ainda não segue o blog, não perca tempo! No rodapé tem todos os links, beleza?).

Mas vamos aos livros…

Vou continuar lendo Morte Súbita, de J. K. Rowling – não consegui acabar em dezembro =(

Sinopse: Este livro de J.K. Rowling conta a história de Pagford e seus habitantes, que, após a morte inesperada de Barry Fairbrother, membro da Câmara do vilarejo, fica em choque. Pagford é, aparentemente, uma pacata cidade inglesa com tudo o de mais comum e organizado que pode haver, mas o que está por trás da fachada bonita é uma cidade em guerra – uma guerra de classes, credos, gerações e interesses. Ricos em guerra com os pobres, adolescentes em guerra com seus pais, esposas em guerra com seus maridos, professores em guerra com seus pupilos – Pagford não é o que parece ser. O assento vazio deixado por Barry no conselho municipal logo se torna o catalisador para a maior guerra que a cidade já viu. Quem triunfará em uma eleição repleta de duplicidade, paixão e revelações inesperadas?

 

Também optei por uma leitura mais leve e descontraída. Há tempos quero ler os livros da Thalita Rebouças, mas com sempre fui procrastinando… Enfim, vou começar o ano com Confissões de uma garota exluída, mal-amada e (um pouco) dramática. Será que eu vou curtir? Bom, fiquem ligados nas redes sociais! 😉

Sinopse: Tetê acaba de se mudar com a família toda para Copacabana, no Rio de Janeiro, para a casa dos avós. O lindo e espaçoso apartamento da Barra da Tijuca em que morava teve que ser vendido, pois com a crise o pai foi demitido, e o resultado é que a vida dela virou de cabeça para baixo. Além de perder a privacidade, tendo que dividir o espaço com cinco parentes malucos que brigam o tempo todo, ela perdeu todas as suas referências. A única coisa que a deixa feliz é cozinhar. E, claro, comer as delícias que faz.

O lado bom foi se livrar do antigo colégio, no qual sofria bullying por causa de seu jeito peculiar. Sem contar sua desilusão amorosa… O problema é que ela está apavorada, porque agora tudo será novo e estranho, com o ensino médio, com a nova escola, e sem conhecer ninguém. E morre de medo de ser excluída ou de sofrer bullying novamente. Ela está bem mal, para dizer a verdade. Ou talvez seja um pouco de drama, porque já no primeiro dia as coisas parecem ser um pouco diferentes… Pelo jeito, tudo vai mudar, e para melhor.

Curtiram? Comentem aí embaixo!

Posts Recomendados

Deixe um Comentário